A Empatia na Publicidade

A pandemia alterou bruscamente o comportamento humano e a dinâmica das empresas.

Na publicidade, de um modo geral, tanto as finanças quanto os relacionamentos empresa-consumidor mudaram. Em finanças houveram mudanças bruscas na estipulação dos budgets nas grandes empresas e no aspecto B to C houve um “freio de arrumação”.

A empatia tomou o lugar da assertividade dos anúncios focados no compre, compre, compre para "eu entendo teu momento, vamos vencer juntos esta fase, tenha esperança que tudo vai melhorar..."


As empresas sentiram que o momento era de se posicionar como parceiras, tipo “colinho” dos consumidores, apanhados nas armadilhas do Home Office e na queda da renda.


Desde que tudo isso não seja apenas estratégia de comunicação, mas uma real disposição de tornar a vida do consumidor menos traumática e haja uma genuína vontade  de oferecer experiências positivas palpáveis, a empatia poderá resultar em marcas melhor posicionadas e mais visíveis quando a luz do sol iluminar os trilhos no fim do túnel.

2 visualizações

Rua Araxá 565, fundos - Bairro Osvaldo Resende - 38400-404

Uberlândia - MG
solpaineis@gmail.com  |  Tel: (34) 3216-0363

                                        |         (34) 99140-8547